O Celibato e a Aldeia

Da Blogopedia
Ir para: navegação, pesquisa

O Celibato e a Aldeia - o mundo como ele é...mais ou menos


“Estranho título…”, contestará o leitor. E contesta bem, visto ser um facto que não sou celibatário – pelo menos por opção – e que não vivo numa aldeia. O que é igualmente um facto é a minha inaptidão para dar títulos às coisas. Sendo um blogue uma coisa, torna-se fácil de perceber que não foi fácil atribuir-lhe um título. Neste ponto estamos por demais esclarecidos, faltando apenas explicar a origem do nome “O Celibato e a Aldeia”. O objectivo da criação deste blogue é transmitir, a quem não tenha nada melhor para fazer, a minha visão do mundo, das pessoas e de tudo o resto que me passe pela cabeça. E essa visão é, convenhamos caro leitor, muito básica, simplista e até um bocadinho triste… No meio da batalha para encontrar um título que reflectisse o infeliz pragmatismo com que encaro a vida, aflorou um nome: “O Sexo e a Cidade”. Ao leitor mais distraído esclareço que se trata do título de uma popular série norte-americana, cuja interpretação altamente deslumbrada e pseudo-dramática do mundo e das pessoas roça o irrealismo. Tinha encontrado, sem saber, o meu antípoda conceptual. O inevitável aconteceu: nasceu, em toda a sua inglória, “O Celibato e a Aldeia” - OCA, para os amigos.

Permita-me o caro leitor clarificar que esta não é, de forma alguma, uma página “Anti-O Sexo e a Cidade”. Estou certo de que isso já existe. O título do blogue é apenas uma ironia e, segundo Victor Hugo, “é pela ironia que começa a liberdade”.


Por Luís Lima

Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções
Navegação
Ferramentas